segunda-feira, 1 de outubro de 2018

Michelle Yeoh é destaque em novo filme sobre o Patriarca Ip Man

Michelle Yeoh, consagrada atriz chinesa, estréia em mais um filme onde o tema é o Patriarca Ip Man (1893-1972) e o cenário de sua vida em Hong Kong, nos anos 60.

Trata-se da nova produção "MASTER Z: IP MAN LEGACY", em breve nos cinemas. Dessa vez, o protagonista da trama, Tin Chi, é derrotado por Ip Man e passa a praticar Ving Tsun (Wing Chun) com afinco, à fim de enfrentar o chefe da máfia.

Mais uma pura ficção envolvendo o nome do nobre patriarca, sempre lembrado em qualquer cenário marcial: 



sexta-feira, 31 de agosto de 2018

As três técnicas principais do Sistema Ving Tsun

O canal de vídeo do Grão-Mestre Leo Imamura destaca dessa vez as chamadas "Três Sementes do Ving Tsun", que compõe o famoso exercício à dois Chi Sau:
Agende o seu horário no Núcleo Belo Horizonte Savassi:

quinta-feira, 9 de agosto de 2018

30 Anos da MYVT no Brasil é comemorado em BH

Moy Yat autorizou a fundação da Família Moy Yat Sang em 8/8/88 (foto da época). 
A MYVTMI comemorou, em diversas cidades do Brasil e do exterior, os 30 anos da Denominação Moy Yat Ving Tsun no Brasil. A data refere-se à 8/8/1988, quando o Patriarca Moy Yat autorizou o seu discípulo Leo Imamura à fundar a família Kung Fu. Surgia assim a Família Moy Yat Sang, hoje um grande clã mundial.
Tutores e membros de Belo Horizonte no evento de 30 anos.
Mestre Anderson Maia na mesa ancestral do Núcleo Belo Horizonte.
O Mestre Anderson Maia reuniu os membros do Núcleo Belo Horizonte para celebrar essa importante data. O encontro iniciou-se com todos os presentes prestando respeito frente à mesa ancestral (San Toi). Em seguida, o Si Fu memorou passagens dessas três décadas, tendo ele próprio testemunhado 28 anos dos 30 completados.
Mestre Anderson Maia apresentando a obra "Ving Tsun Kuen Kuit".
Após o depoimento, ocorreu um especial workshop, baseado nos provérbios marciais do Ving Tsun (Kuen Kuit). A experiência marcial foi pautada no ditado: "Sau Geuk Seung Siu, Mo Juet Jiu" (quando braços e pernas se dissipam mutuamente, não há técnica indefensável).
Jantar no mesmo restaurante do primeiro encontro, décadas atrás.
Familiares do Mestre Anderson Maia também estiveram presentes.


Ao final dos trabalhos, a Família Kung Fu foi celebrar os 30 anos com um banquete chinês, no mesmo restaurante do bairro Savassi onde o Grão-Mestre Leo Imamura pela primeira vez jantou na capital mineira, em 1990.
Memorando os 30 anos: 1a. matéria sobre Moy Yat no Brasil.
As celebrações do Clã Moy Yat Sang prosseguem por todo o mês de agosto, culminando com o banquete chinês em São Paulo, no dia 25, com presença de mestres e membros de todos os núcleos da MYVTMI.

quarta-feira, 11 de julho de 2018

Grão-Mestre da IMYVTF está no Brasil para evento desportivo

O Grão-Mestre Sunny Tang (também conhecido como Si Fu Dun Wah) é um dos mais antigos discípulos do Patriarca Moy Yat ainda em atividade nas artes marciais. Ele está no Brasil para um evento ligado ao esporte marcial Wu Shu, organizado pela maior entidade do gênero, a IWSF (http://www.iwuf.org/).
Grão-Mestre Sunny Tang.
Sunny Tang foi um dos introdutores da Denominação Moy Yat Ving Tsun na América, estabelecendo-se no Canadá ainda em 1971. Após décadas de extenso trabalho no Kung Fu, ele foi eleito o presidente da IMYVTF, em sua reativação, em 2015. Além da promoção do Ving Tsun Kung Fu, o grão-mestre de Toronto dedicou-se à promoção do esporte Wu Shu, acreditando que é possível conciliar a arte marcial tradicional, como o Ving Tsun, à atividades desportivas, desde que seja reconhecidamente separadas.
Vídeo sobre o Sistema Ving Tsun, do Grão-Mestre Sunny Tang.
Grão-Mestre Sunny Tang encontra-se em Brasília DF, desde o último domingo, em uma das etapas do mundial de Wu Shu. Aproveitando sua primeira vez no Brasil, o Grão-Mestre Leo Imamura, reunirá alguns líderes da MYVTMI para um encontro. Além disso, o Mestre Sênior Nataniel Rosa, diretor do Núcleo Brasília DF, irá organizar a cerimônia de inauguração em seu novo endereço, recém instalado na capital federal.
Capa da revista WC Illustrated com Sunny Tang.
Seja muito bem vindo, Grão-Mestre Sunny Tang!

Conheça o Núcleo Belo Horizonte Savassi:

terça-feira, 3 de julho de 2018

Grão-Mestre Leo Imamura comenta sobre o "Si Fu Cem Olhos"

Em mais um episódio do canal "Vida Kung Fu", o Grão-mestre Leo Imamura aborda sobre um ensinamento do Si Fu Cem Olhos, da série do Netflix, Marco Polo:


Conheça o Ving Tsun Kung Fu, agendando o seu horário, acessando:

terça-feira, 5 de junho de 2018

Kung Fu e os clássicos do cinema


O Grão-mestre Leo Imamura (Moy Yat Sang), em seu canal do YouTube, faz uma relação com o aprendizado do Kung Fu e o clássico filme Matrix (EUA, 1999), passados quase vinte anos:

Em outro capítulo, o líder do Clã Moy Yat Sang também faz uma memorável menção ao precursor filme do gênero marcial "Operação Dragão" (Enter The Dragon, EUA/HK, 1973), do lendário Bruce Lee:

Agende uma visita ao Núcleo Belo Horizonte Savassi da Moy Yat Ving Tsun:

domingo, 27 de maio de 2018

Tributo ao Si Fu Moy Bing Wah

Moy Bing Wah, discípulo de Ip Man, apresentador formal de Moy Yat.
O Círculo Marcial perdeu ontem um entusiasta do Ving Tsun Kung Fu, reconhecido desde os anos 50 como discípulo direto do Patriarca Ip Man: Moy Bing Wah (1930-2018). Para o Clã Moy, ele representa muito além, por ter sido o apresentador formal de Moy Yat ao Si Fu Ip Man, em 1957, na cidade de Hong Kong.
Si Fu Moy Bing Wah, ainda jovem, ensinando Kung Fu.
O apresentador formal nas artes marciais chinesas (em chinês, Gaai Siu Yan) muito representa para um aprendiz, devido a confiança necessária para indicar uma pessoa à uma família Kung Fu e expor ao seu próprio mestre. Além dessa confiança inicial, o Patriarca Moy Yat desenvolveu um grande laço de amizade e gratidão ao seu Si Hing (irmão mais velho), por toda a vida.
Moy Yat e Moy Bing Wah, em 1997, na aposentadoria do Patriarca.
Embora discreto na mídia e no próprio meio marcial, Moy Bing Wah cultivou amizades entre os seus pares, além de transmitir o Ving Tsun durante décadas à dezenas de discípulos e alunos, desde os tempos de Hong Kong. Ainda nos anos 80, Moy Bing Wah foi morar na América, estabelecendo nas últimas décadas na cidade de Boston.
Moy Bing Wah (ao centro) com outros mestres, discípulos de Ip Man.
O Grão-Mestre Leo Imamura teve a oportunidade de conviver com o Si Fu Moy Bing Wah, conhecendo-o ainda quando o Patriarca Moy Yat estava vivo, estendendo o contato mesmo após o falecimento do patriarca do Clã Moy.
Grão-Mestre Leo Imamura em foto recente com o Si Fu Moy Bing Wah.
Mesmo com idade avançada, Moy Bing Wah mantinha grande motivação em propagar o Ving Tsun. São inúmeros registros dele, em diversas cidades dos EUA, em seminários, aulas ou um simples "gole de chá", sempre envolto à artistas marciais, de várias gerações. Dentro das escolas Moy Yat Ving Tsun da América, foram muitos os privilegiados que conviveram com essa importante figura, que disseminava o Kung Fu e tudo que aprendeu com o Patriarca Ip Man.
Moy Bin Wah ensinando Kung Fu na Moy Yat Ving Tsun dos EUA.
Após o anúncio de seu falecimento, a viúva de Moy Bin Wah, divulgou a data da cerimônia fúnebre, à ocorrer no dia 1 de junho, seguindo critérios da tradição chinesa. Logo após a divulgação, foram muitas as mensagens e homenagens, em todo o mundo.
Moy Bing Wah entre o Clã Moy, em recente evento com a Madame Helen Moy, em NYC.
O Grão-Mestre William Moy, em nome da Madame Helen Moy e todo o Clã, dedicou as seguintes palavras aos familiares, em respeito à seu Si Bak (tio mais velho no Kung Fu), Moy Bing Wah: "RIP Sibak and thank you from the bottom of our hearts".