quinta-feira, 4 de abril de 2019

Ip Man 4 completa a série de filmes desde 2008

Bruce Lee com seu Si Fu Ip Man. Apenas o discípulo viveu nos EUA.
A premiada saga do cinema "Ip Man", desde 2008 estrelada por Donnie Yen, chega em sua quarta e última produção, com estréia prevista em julho próximo. Ip Man 4 segue o roteiro dos últimos, onde a trajetória do grande patriarca do Ving Tsun é pura ficção, sem nenhum relato baseado em sua vida real (apenas o primeiro filme tem traços biográficos reais). Nesse, o grande mestre do Kung Fu vai até San Francisco, EUA, fato que nunca ocorreu. Ip Man nasceu em Foshan, China, e em 1949 foi viver em Hong Kong, passando apenas por Macau. Bruce Lee, esse sim, viveu em San Francisco e foi o responsável em promover os ensinamentos de seu Si Fu nessa cidade norte-americana. Talvez seja essa a inspiração do roteirista para esse novo filme: 


Agende uma visita na Moy Yat Ving Tsun em BH:

segunda-feira, 18 de março de 2019

Celebração do 56o. Aniversário do Grão-Mestre Leo Imamura


O Clã Moy Yat Sang do Ving Tsun Kung Fu se reuniu em São Paulo para celebrar o 56o. Aniversário do Grão-Mestre Leo Imamura. O Mestre Sênior Anderson Maia esteve presente, juntamente com importantes membros do Núcleo Belo Horizonte Savassi da Moy Yat Ving Tsun. Acompanhe as fotos dos principais eventos ocorridos, reunindo dezenas de pessoas:

O aniversariante, Leo Imamura, líder do Clã Moy Yat Sang e Lifetime Grandmaster pela International MYVT Federation, aproveitou a presença de seus discípulos de 1a. e 2a. geração para inaugurar o INSTITUTO MOY YAT, sediado numa ampla casa do bairro Brooklin Paulista, no intuito de preservar o legado material e imaterial do Patriarca Moy Yat.

Antes da celebração do aniversário, ocorreu no Restaurante China Garden a Cerimônia de Titulação de Mestre, com o título outorgado à três discípulos diretos do Grão-Mestre Leo Imamura: Mestre Paulo Camiz Filho, Mestra Maria Cristina de Azevedo e Mestre Fábio Campi. Prestigiaram o ato cerimonial de titulação os mestres seniores Anderson Maia, Nataniel Rosa, Julio Camacho, Ricardo Queiroz, Fabio Gomes, Ursula Lima e Washington Fonseca; os mestres Fabio Matsushita e Felipe Soares; e ainda os mestres da 12a. geração Thiago Pereira, Herbert Abreu e Francisco Ferrero.

O honorável discípulo Ricardo Osse (1964-2015) foi o grande homenageado da noite, recebendo simbolicamente o título de Mestre Qualificado.

A celebração do aniversário contou com vários depoimentos em homenagem ao Grão-Mestre Leo Imamura, enquanto as dezenas de convidados apreciavam um autêntico banquete chinês, no luxuoso restaurante China Garden.

De Belo Horizonte, estiveram representando o núcleo mineiro a mestranda Liana Lott (Moy Lai On Na), e os tutores Victor Leal (Moy Wik To), Thiago Rochael (Moy Dei A Go) e Erick Abreu (Moy Hei Lik).

O aniversariante ofertou os seus votos de gratidão, no momento do corte do bolo, com as facas do Ving Tsun (Baat Jaam Do), ato típico no círculo marcial chinês.

O famoso ilusionista brasileiro, Issao Imamura, irmão do aniversariante, encerrou a memorável noite com uma apresentação dedicada à vitoriosa trajetória de Leo Imamura, em seus 56 anos completados.

Agende o seu horário para conhecer o Ving Tsun Kung Fu:

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

Celebração do Ano Novo Chinês na Moy Yat Ving Tsun

Mestre Anderson Maia e os presentes na celebração de ano novo e cerimônia.
O Ano do Porco iniciou-se em 5 de fevereiro de 2019. A Moy Yat Ving Tsun celebrou a chegada do novo ano em diversas cidades. Veja como foi em Belo Horizonte, onde ocorreu a Cerimônia Tradicional da Família Moy On Da San e o reconhecimento de dois novos membros vitalícios:

O Grande Clã Moy Yat reuniu-se em Chinatown de New York para celebrar o ano novo chinês, ao lado da Madame Helen Moy e importantes grão-mestres, como William Moy, o herdeiro natural do Patriarca Moy Yat.
Madame Helen Moy e Grão-Mestre William Moy reunidos com Grande Clã para ano novo.
Antes, em São Paulo, o Grão-mestre Leo Imamura reuniu o Clã Moy Yat Sang para festejar o novo animal do zodíaco chinês - o "porco de terra".
Grão-Mestre Leo Imamura reunido com o Clã em São Paulo.
Em Belo Horizonte, liderado pelo Si Fu Anderson Maia, o último sábado, 16/2, foi a data para mais de 80 convidados comemorarem a chegada do ano do porco, num jantar organizado no restaurante Yun Ton, o chinês mais antigo e típico da cidade.

Mestre Anderson Maia em ato de Hoi Kuen, a "abertura marcial".
Como sempre, foi realizada a Cerimônia Tradicional da Família Moy On Da San, em sua décima sétima edição. Membros da Moy Yat Ving Tsun de Minas Gerais firmaram a Ata Cerimonial, que atesta todos os membros admitidos e promovidos ao longo do ano passado, 2018.

A CERIMÔNIA DE DISCIPULADO DE VINICIUS DUTRA E LUIZ LOUREIRO

Após o ato da XVII Cerimônia da Família Moy On Da San, ocorreu outra tradicional cerimônia do Kung Fu, a de reconhecimento de um aluno como "membro vitalício" da árvore genealógica da linhagem Moy. O VII BAAI SI DIN LAI, como é chamado, o Si Fu Anderson Maia, ao lado da Si Mo Carla Maia, reconheceram como discípulos formais os membros Vinícius Dutra e Luiz Loureiro, ambos há uma década pertencentes à família kung fu.

Vinícius Dutra recebeu o nome chinês ou "nome-kung fu" Moy Wai Ning Si, na presença de sua esposa, Thaís, e vários familiares que foram prestigiar o novo discípulo do Ving Tsun Kuen.
Vinicius Dutra (de traje preto), ao lado do Si Fu, Si Mo e familiares.
Luiz Loureiro também contou com a presença de muitos familiares e, ao lado de sua esposa, Natália, recebeu dos líderes da Família Moy On Da San o nome chinês Moy Lui Yi. 

Luiz Loureiro (de traje preto), ao lado do Si Fu, Si Mo e familiares.
Ambos agora passam a pertencer, em caráter vitalício, à árvore genealógica da linhagem Moy Yat do Ving Tsun Kung Fu, representando a 12a. geração do legado.

A cerimônia contou com a especial presença dos mestres Leonardo Mordente, Guilherme Freitas e Rodrigo Giarola; das mestrandas Ana Paula Mendonça e Liana Lott; dos tutores Paulo de Figueiredo, Pedro Naves, Helder Lima, Thiago Rochael, Victor Leal, Erick Abreu e da tutora Tatiana Cintra, essa como Coordenadora Cerimonial.

Uma noite memorável para todos os presentes, abrindo uma rica perspectiva de sucesso para a Moy Yat Ving Tsun no Ano do Porco, animal que remete à prosperidade.

GUNG HEI FAT CHOI !!!

Agende sua visita, acessando www.myvtmg.com.br 

domingo, 10 de fevereiro de 2019

Ano Novo Chinês 2019 "Porco de Terra"

O "Ano do Porco de Terra" iniciou-se no dia 5 de fevereiro de 2019. Em todas comunidades asiáticas do mundo são muitas as celebrações para receber o novo ano.


Uma das mais tradicionais apresentações é a "Mo Si", a Dança do Leão. Acompanhe esse registro na região de Monk Gwok, Hong Kong, nas imediações onde viveram os patriarcas do Ving Tsun Kung Fu, Ip Man e Moy Yat:

A MYVT deseja à todos "GUNG HEI FAT CHOI"!

sexta-feira, 21 de dezembro de 2018

12 imagens dos 12 Meses de 2018 (Retrospectiva MYVT MG)

JANEIRO/18
2018 começa com a "Tertúlia Marcial" do Mestre Leonardo Mordente, em Tributo ao Patriarca Moy Yat, em dia 23 de janeiro.

FEVEREIRO/18
Moy Wik To, Moy Taap Tai, Moy Ma Sue e Moy Hei Lik tornam-se os novos Membros Vitalícios da MYVT da 12a. Geração do Ving Tsun Mun, em 24 de fevereiro.

MARÇO/18
55o. Aniversário do Grão-Mestre Leo Imamura é celebrado em Belo Horizonte, em 18 de março.

ABRIL/18
40o. Aniversário da Si Mo Carla Maia.

MAIO/18
Tributo à Moy Bin Wah, o apresentador formal de Moy Yat à Ip Man, em Hong Kong, 1957.

JUNHO/18
Tributo ao Patriarca Moy Yat, que completaria 80 anos de idade, foi realizado numa visita de arte contemporânea sobre a China, no CCBB-BH, em 28 de junho.

JULHO/18
Dia Memorial do Ving Tsun completa 50 anos, em 4 de julho.

AGOSTO/18
30 Anos da Moy Yat Ving Tsun no Brasil é comemorado em BH.

SETEMBRO/18
Pedro Gontijo, Paulo Figueiredo, Pedro Naves, Helder Lima, Thiago Rochael, Thiago Lima, Tatiana Cintra, Luiz Loureiro e Erick Abreu recebem novos títulos da MYVTMI, no 45o. Aniversário do Si Fu Anderson Maia, em 7 de setembro.

OUTUBRO/18
Mestre Anderson Maia qualifica Daniel Balparda como Tutor em Dublin, na Irlanda.

NOVEMBRO/18
Os tutores de BH - Pedro Naves, Thiago Rochael e Erick Abreu - participam da Comitiva Brasileira no 78o. Aniversário de Madame Helen Moy, em New York City, em 24 de outubro.

DEZEMBRO/18
A Família Kung Fu de Minas Gerais confraterniza-se no fim de ano, com cerca de 70 convidados, na "Mostra das Facas Duplas", oferta anual do Si Fu Anderson Maia. 

A Moy Yat Ving Tsun de Belo Horizonte agradece os seus membros e amigos pelo seu 28o. ano de atividade. Retornaremos às atividades no dia 8 de janeiro de 2019. Feliz Ano Novo!

sábado, 1 de dezembro de 2018

USA TRIP 2018 - 78o. Aniversário de Madame Helen Moy

Foto Oficial do 78o. Aniversário de Madame Helen Moy - NYC 2018
O Clã Moy Yat Sang, liderados pelo Grão-Mestre Leo Imamura e Sra. Vanise Imamura, em mais um ano, prestigiou o aniversário da Madame Helen Moy, organizado em 2018 na cidade de New York.
Além dos líderes, a comitiva brasileira contou com a presença dos mestres Anderson Maia, Leonardo Mordente e Domênico Venturelli. Da família Moy On Da San, de Minas Gerais, estiveram a Sra. Carla Maia, os tutores Pedro Naves, Thiago Rochael e Erick Abreu, e ainda, Ananda Fialho. A norte-americana Terry Ann se juntou aos brasileiros, em todos os eventos. Segue o dia a dia dessa intensa viagem de "Vida Kung Fu":

1o. dia - Visita à Chinatown e os locais históricos do Patriarca Moy Yat
Portal de Chinatown de Manhattan.
A comitiva brasileira chegou um dia antes que os líderes do Clã Moy Yat Sang e aproveitaram o tempo para conhecer Chinatown de Manhanttan, epicentro da trajetória do Patriarca Moy Yat entre os anos 70 e 2000.
Família Moy On Da San na histórica sede mundial da MYVT.
A antiga sede mundial, na 45 East Broadway, foi mostrada pelo Si Fu Anderson Maia, onde ele memorou vários acontecimentos desse histórico Mo Gun, aberto em 1978 e só encerrado no ano de 2008, quando o prédio foi interditado para ampla reforma para total ocupação de um banco chinês.
Si Fu Anderson, Si Mo Carla, Mestre Leonardo, Pedro, Thiago, Erick e Ananda no Dim Sum.
Realizar um "Dim Sum" (típica refeição cantonesa) nas imediações da antiga escola do Patriarca Moy Yat, é um dos momentos onde se pode sentir a atmosfera do aprendizado com ele no passado, onde entre uma prática e outra, a família Kung Fu se reunia para conversar e continuar aprendendo, sob uma mesa redonda regada de chá e quitutes chineses.

Conhecer o Mercado Chinês, no final da East Broadway, percebe-se que os chineses de New York têm exatamente a mesma sensação de estarem vivendo em seu país natal, apesar das milhas de distância.
Famosa loja de artes marciais de Chinatown, na Bute Street.
O dia em Chinatown terminou na decana loja e livraria Bok Lei Po, única na cidade dedicada exclusivamente à artigos de Kung Fu.

2o. dia - Prática em parque de Chinatown e jantar de feriado na família Hernandéz
Sempre na última quinta-feira de novembro, os americanos tem o seu mais importante feriado de família. O chamado "Thanksgiving Day", ou dia de ação de graças.
Prática de Ving Tsun Kung Fu no Columbus Park em Chinatown.
Si Fu Anderson Maia convidou os seus discípulos - Pedro, Thiago e Erick - para despertarem bem cedo no feriado e conhecerem o "Columbus Park", local de Chinatown onde há muito se pratica Kung Fu, amistosamente. A sensação térmica de 9 graus negativos do dia não impediu a comitiva de praticar o Siu Nim Tau e vivenciar Chi Sau, ao lado de alguns outros praticantes de Kung Fu, que lá já estavam.
Grão-Mestre Miguel Hernandéz com o típico peru do Thanksgiving.
No início da noite, finalmente a comitiva se reuniu na residência do Grão-Mestre Miguel Hernandéz, no Brooklyn, para o típico jantar de "ação de graças". Grão-mestre Leo Imamura e Sra. Vanise Imamura já estavam hospedados, quando a anfitriã, Sra. Melinda Hernandéz, carinhosamente recebeu toda a comitiva brasileira.
Sibakmo Melinda Hernandéz como anfitriã do jantar de ação de graças.
3o. dia - Entrevista reservada com a Madame Helen Moy
Na sexta, após o feriado, foi agendado o primeiro encontro com a líder do grande Clã Moy, Madame Helen Moy, motivo maior da viagem.

Além da líder, encontraram com a comitiva brasileira os grão-mestres William Moy e John Tsang. Após um "Yam Cha" em Manhattan, todos se dirigiram para a residência da Família Moy.
Madame Helen Moy concedendo entrevista em sua própria residência.
Mediado pelo mestre Leonardo Mordente, Madame Helen Moy foi entrevistada, em língua nativa, por William Moy e John Tsang, memorando fatos importantes do Kung Fu em Hong Kong, entre os anos 50 e 70, quando o Patriarca Moy Yat era um dedicado discípulo de Jung Si Ip Man.

Grão-mestre Leo Imamura e sua esposa Vanise, aproveitaram o honroso convite de Madame Helen Moy e trocaram boas conversas, após a entrevista formal, num jantar.

4o. dia - Prática na MYVT Brooklyn e o Banquete de aniversário
GM Miguel Hernandéz em seu Mo Gun do Brooklyn.
O sábado começou com a visita à escola do Grão-Mestre Miguel Hernandéz, há décadas estabelecida no Brooklyn. Além da prática do Ving Tsun, foi lá que ocorreu o encontro dos grão-mestres, com a chegada do Grão-mestre Sunny Tang, acompanhado de Wayne Belonoha, para iniciar a reunião sobre a viagem à China (vide abaixo). O encontro no Mo Gun Brooklyn se estendeu até o restaurante chinês, próximo à escola, e mais um Dim Sum ocorreu.
GM Miguel recebendo o GM Sunny Tang, vindo de Toronto.
A Celebração do Aniversário de Madame Helen Moy
Enfim, o grande clã, agora com dezenas de mestres e membros de todas as partes dos EUA e do exterior, estavam juntos em Chinatown do Queen´s, no China Seafood Restaurant, aguardando a aniversariante, Madame Helen Moy.
Os familiares de Madame Helen Moy em seu aniversário.
O banquete agregou, como sempre, importantes personalidades do Clã Moy, dentre eles, Sunny Tang, John Tsang, William Moy, Julian Cordero, Pete Pajil, Miguel Hernández, Leo Imamura, Tyrone Anthony, Henry Semper, Samuel Harrys, Herbert Medina, Steven Manchester, James Moy, Alan Hays, Thornton Williams, Erick Lee, Jay Hitchman, dentre outros. Alguns grão-mestres não estiveram presentes por que já estavam na China, para o evento internacional.
A comitiva brasileira no 78o. Aniversário da líder do Clã Moy.
Dentre fotos, conversas e homenagens pelos 78 anos de Madame Helen Moy, organizado pelo mais antigo discípulo do Grão-mestre William Moy, Dai Si Hing Steve Cheung, os presentes puderam desfrutar de ricos momentos, fortalecendo o laço entre os descendentes do Patriarca Moy Yat.
Sra. Vanise Imamura com o organizador da festa, Tutor Steve Cheung.
5o. dia - Visita à lápide do Patriarca Moy Yat
Yam Cha para seguir viagem à Lápide de Moy Yat.
Como em todo o ano, após a celebração do aniversário, o grande Clã se mobiliza para ir ao Cemitério, Kensico, para prestar respeito em frente à lápide do Patriarca Moy Yat.
John Tsang conduzindo a visita à lápide do Patriarca, conforme normas do Fong Sui.
Sob a liderança de John Tsang, mestre de Fong Sui (geomancia chinesa), vários e cuidadosos procedimentos em frente à lápide ocorreram, para criar a sintonia entre os presentes e o "espírito de Moy Yat", sem qualquer cunho religioso. Após os devidos respeitos ao patriarca, uma refeição chinesa é compartilhada, ainda rodeada à lápide. Um momento de muita emoção, que envolve o sentimento de saudade e gratidão ao fundador da Moy Yat Ving Tsun.

6o. dia - Visita às escolas da Philadelphia e do Queen´s
Grão-Mestre Pete Pajil com os brasileiros, na MYVT Philadelphia.
A comitiva, em seu último dia, se dividiu. A família Moy On Da San foi prestigiar o Grão-mestre Pete Pajil, na Philadelphia. Grão-mestre Leo Imamura e Sra. Vanise Imamura permaneceram em New York para visitar a escola do Grão-Mestre William Moy, no Queen´s, onde lá se despediram da Madame Helen Moy.
Entrada da MYVT Phila, no coração de Chinatown.
Os tutores Pedro Naves, Thiago Rochael e Erick Abreu puderam conhecer o Mo Gun de Philadelphia, sendo atualmente a maior escola de Kung Fu do Clã Moy, ocupando um andar inteiro de um prédio, no centro de Chinatown.
O amplo Mo Gun da Philadelphia.
O Grão-Mestre Pete Pajil recebeu os brasileiros com a alegria de sempre. A família Moy Bah Hugh convidaram os visitantes para um jantar, após a prática no Mo Gun.
Turismo na famosa estátua de Rocky Balboa.
Durante o dia, os membros da Família Moy On Da San foram visitar os importantes museus da Philadelphia, além da famosa "estátua e escadas de Rocky Balboa", uma atração turística imperdível para quem vai à cidade.
7o. dia - Mestres viajam rumo à China para evento internacional
Mestre Domenico Venturelli na China, pós o evento dos EUA.
Após encerrar o evento de aniversário da Madame Helen Moy, em New York, alguns grão-mestres, mestres e membros do clã foram imediatamente ao inédito evento, em Foshan, China: o "I Wing Chun World Open Competition", o primeiro campeonato mundial de Ving Tsun (Wing Chun) organizado pela federação internacional de Wu Shu, com amplo apoio do governo chinês. Do Brasil, o Mestre Domênico Venturelli viajou para representar o Grão-Mestre Leo Imamura, esse convidado para compor a mesa de júri do evento.

A comitiva brasileira, em nome do Clã Moy Yat Sang, agradece à todos os líderes e membros da MYVT dos EUA, pelo acolhimento e atenção desprendida durante uma semana, em especial, à Madame Helen Moy e seu filho, Grão-mestre William Moy.

segunda-feira, 29 de outubro de 2018

A introdução da MYVT na Irlanda

Mestre Anderson Maia em Chinatown de Londres
À convite do membro vitalício Daniel Balparda (Moy Ba Daat), o Mestre Anderson Maia (Moy On Da San) esteve por uma semana na Europa, à fim de ofertar ao seu antigo discípulo o título de "Tutor" e introduzir a Denominação Moy Yat Ving Tsun em Dublin - Irlanda. Acompanhe como foi à viagem, que extrapolou o processo da simples transmissão do Ving Tsun Kung Fu:

Primeiro destino: Londres, Reino Unido
Daniel Balparda e seu Si Fu em um típico Dim Sam (desjejum chinês).
O mestre Anderson Maia desembarcou na Europa por Londres, onde o seu discípulo Daniel Balparda, saindo de Dublin, já estava o aguardando na Chinatown Britânica.
Escola de Ving Tsun em Chinatown de Londres.
O objetivo da estada inicial na capital inglesa era visitar locais históricos da transmissão do Ving Tsun (Wing Chun), ocorrida desde os anos 70, via discípulos de Hong Kong do Patriarca Ip Man, que viram uma grande oportunidade de expansão, pela conexão entre Londres e a ilha sino-britânica.
Grão-Mestre Victor Kan: em Londres desde os anos 70.
Igreja na Georges Road onde o porão foi a escola do GM Victor Kan.
Famosos mestres estabeleceram escolas em Londres, muitas delas abertas até hoje, sendo uma das cidades de maior concentração do Ving Tsun no mundo.
Fachada da tradicional escola do Grão-Mestre Simon Lau.
GM Simon Lau na revista Combat.
Dentre tantos nomes, destacam-se o Grão-Mestre Victor Kan e Grão-Mestre Simon Lau, ambos radicados há décadas na Inglaterra. Há também muitas outras escolas, filiadas ao Grão-Mestre Ip Chun, Grão-Mestre Ip Ching, Grão-Mestre Wong Shun Leung, Grão-Mestre Tsui Seung Tin, Grão-Mestre Leung Ting, Grão-Mestre Samuel Kwok, dentre tantos outros da linhagem direta do Patriarca Ip Man, de Hong Kong. Até mesmo linhagens diretas de Foshan pousaram no Reino Unido, como o expoente Grão-Mestre Wai Po Tang.
Anúncio da "Combat Magazine" dos anos 80.
O próprio Patriarca Moy Yat já esteve em Londres, nos anos 80, mantendo alguns alunos britânicos nesse período.

Segundo destino: Dublin, Irlanda
Após a rica experiência em Londres, o principal motivo da turnê era iniciar a introdução da MYVT em Dublin, capital da Irlanda, atual residência do membro Daniel Balparda e sua esposa, Cleide Regina.
Residência em Dublin preparada para o Kung Fu.
Daniel Balparda é, há mais dez anos, engenheiro sênior da global Google INC. Ele faz parte da primeira geração da Família Moy On Da San, quando, há quinze anos, foi admitido no Núcleo Belo Horizonte da MYVTMI. Daniel foi reconhecido Membro Vitalício pelo Si Fu Anderson Maia em 2012 e, logo depois, mudou-se para os EUA. por motivos profissionais. Há dois anos, Moy Ba Daat estabeleceu-se em Dublin, cidade onde reúne um grande aglomerado de empresas de T.I., além da própria Google.

O ato formal da titulação "TUTOR"
Foto "Si-To" no ato da titulação de TUTOR.
Após ser acolhido na confortável residência do casal em Dublin, uma sala foi especialmente preparada para que, por uma semana, o processo de transmissão do Sistema Ving Tsun ocorresse, de maneira privativa e reservada, algo que no passado, na China, era usual tal forma de ensino.

O certificado com o título "TUTOR", assinado pelo Grão-Mestre Leo Imamura, líder do Clã Moy Yat Sang, foi outorgado ao membro da Família Moy On Da San, documento esse emitido pela MYVTMI, com validade mundial. Isso autoriza o agora Tutor Daniel Balparda à iniciar a transmissão do Ving Tsun na Irlanda, conforme o seu desejo.

A transmissão reservada do Ving Tsun Kung Fu
Daniel Balparda nos estudos do Muk Yan Jong.
Por cinco dias ininterruptos, Si Fu Anderson revisou os conteúdos do nível superior inicial - Mui Fa Jong, dando condições ao seu discípulo de se atualizar sobre o tradicional boneco de madeira "108 Muk Yang Jong", fase em que o mesmo havia encerrado, antes de sua saída do Brasil.

A visita ao headquarters europeu da Google
Conglomerado da Google em Dublin - Irlanda.
Como engenheiro e colaborador da Google, Daniel Balparda recebe o incentivo da própria empresa e de seus pares, para cultivar experiências fora do mundo da Tecnologia da Informação. Em horários alternativos, Daniel já conta com dois alunos de piano, uma outra habilidade que alimenta em sua rotina. Assim como a arte da música, será dessa forma que a arte marcial do Ving Tsun deverá se iniciar na Irlanda.
Si Fu Anderson e o casal Daniel e Cleide.
Moy Ba Daat fez questão de levar seu Si Fu até a empresa Google, para conhecer a impressionante estrutura, divida entre três exclusivos e modernos prédios.
A anfitriã Cleide e Anderson Maia na estátua da irlandesa Molly Malone.
Fazendo parte do processo de "Vida Kung Fu", o casal Daniel e Cleide gentilmente levaram o Si Fu Anderson aos principais pontos históricos da capital irlandesa, mostrando a antiga cultura celta e sua fusão ao velho mundo europeu. Prova que o processo familiar de convívio é sempre a melhor forma de desenvolver o Kung Fu, seja qual for o local do planeta.

Uma outra turnê à Europa já está prevista para 2019, dando continuidade ao trabalho iniciado na Irlanda, contando com o apoio do Tutor Daniel Balparda, dentre outros membros do Núcleo Belo Horizonte, que residem atualmente no continente europeu (Portugal, Finlândia, Holanda, Suécia e Inglaterra, além da Irlanda).